QUE MANCHA É ESSA NA MINHA PELE?

“Que mancha é essa na minha pele?” é uma pergunta instalada na mente de centenas de pessoas.

É preciso, antes de mais nada, atentar-se: seja uma mancha estética, seja ela um problema de saúde, nunca deixe de consultar-se com um profissional habilitado. Afinal, saúde e proteção da pele sempre em primeiro lugar.

Discromias são alterações na coloração da pele resultantes da diminuição (hipomelanoses) ou do aumento (hipermelanoses) da melanina – substância responsável pela coloração da pele, dos olhos e dos cabelos, que evita danos oriundos da radiação ultravioleta ao DNA – e da deposição de substâncias endógenas ou exógenas na derme (hipercromias).

Conheça as principais discromias:

Hipomelanoses:

  • Albinismo: ausência congênita total ou parcial de pigmento da pele, dos cabelos e dos olhos;
  • Vitiligo: manchas acrômicas assintomáticas, de limites bem definidos, com forma e extensão variáveis;
  • Leucodermia solar: manchas acrômicas e ligeiramente atróficas localizadas em áreas expostas à luz solar.

Essas manchas não são tratadas por luz intensa pulsada. Nesse caso, é muito importante que o indivíduo acometido com uma dessas patologias citadas acima tenha conscientização pela sua saúde e busque a avaliação com um dermatologista ou um fisioterapeuta dermatofuncional, para delinear o tratamento correto.

Hipermelanoses:

  • Lentigo: manchas gotadas de cor castanho-escuro a preto, que surgem nos primeiros anos de vida e continuam a aparecer até a vida adulta. Podem surgir em qualquer região cutânea, inclusive em áreas não fotoexpostas;
  • Melanose periocular (olheira): hipercromia na região periocular, mais frequente em mulheres morenas;
  • Melanose solar: mancha pequena de cor castanho-claro ou escuro, localizada em áreas fotoexpostas de indivíduos acima de 40 anos de idade;
  • Melasma: hiperpigmentação de coloração castanho-claro a escuro, uniforme, simétrica, de bordas bem definidas e irregulares, principalmente na porção central da face de mulheres jovens e pardas.

Já essas manchas são tratadas por luz intensa pulsada. Mais uma vez, reforçamos a importância da conscientização do paciente pela saúde e a avaliação com um dermatologista ou um fisioterapeuta dermatofuncional, para delinear o tratamento correto.

Luz intensa pulsada: uma potente tecnologia para os tratamentos de manchas

luz intensa pulsada, como seu próprio nome sugere, é uma tecnologia à base de luz que visa agir nas hipermelanoses (ou seja, no pigmento que promove cor saudável à pele), acentuar o brilho da pele e da textura, além de fechar os poros – que, por consequência, diminui a oleosidade da pele.

Corriqueiramente requisitada em clínicas de estética, tanto por pacientes (clientes) quanto por profissionais operadores da área, a fim de dominar um novo conhecimento e garantir eficácia em suas sessões, a luz intensa pulsada tem crescido no nicho da estética e da medicina estética.

Vantagens da luz intensa pulsada

Uma das vantagens da terapia com luz intensa pulsada é que não há down time (dias de descanso, ou seja, o paciente pode retomar as suas atividades rotineiras imediatamente após a sessão). É possível notar os efeitos fisiológicos após 48 horas, pois a pele passa a descamar e renascer ainda mais fortalecida.

A modalidade terapêutica é fortemente recomendada para eliminação de manchas, pois, além disso, ainda intensifica o fluxo sanguíneo local e estimula em 50% a produção das fibras colágenas e elásticas, tornando a pele mais firme e, consequentemente, menos flácida.

Lyra, nosso equipamento de luz intensa pulsada

Os princípios e benefícios dessa modalidade terapêutica você já conferiu. Mas vamos conhecer mais sobre o Lyra, nosso equipamento microcontrolado pela LIP?

O equipamento é composto por 3 filtros de corte seletivos com comprimentos de onda de 480nm, 530nm e 640nm, que garantem usabilidade e praticidade, pois eles permitem que o profissional escolha o espectro de radiação luminosa de acordo com o específico objetivo terapêutico. É um ótimo recurso para lesões pigmentares benignas (já mencionadas anteriormente), remoção de pelosrejuvenescimento facial, entre outras indicações.

Além disso, ele conta com uma ponteira com spot de 7,5cm², um sistema de segurança conhecido como crioproteção (água e peltier), lâmpada com tempo de vida útil de 1 milhão de disparos, design moderno com controle através de tela touchscreen,tutorial informativo e protocolos.

Aplicabilidades com o Lyra

O Lyra pode ser aplicado na área íntima; os pacientes não são apenas as mulheres, como pode ser realizado também em homens e não há distinção de idade, tanto jovens quanto pessoas da terceira e quarta idade podem iniciar o tratamento com LIP sem problema algum.

Filtro de corte para manchas de pele

Lyra possui 3 filtros de corte, sendo cada um direcionado a um (ou mais) tipo de tratamento. Para tratar manchas de pele, o terapeuta deve utilizar o filtro que varia de 480nm a 1200nm.

Microdermoabrasão: outra tecnologia voltada ao tratamento de manchas de pele

microdermoabrasão é uma tecnologia frequentemente utilizada em tratamentos estéticos, que abrange sessões estéticas com o peeling de cristal e o peeling de diamante. Esse método é abrasivo, isto é, produz um lixamento e um desgaste por atrito nas camadas mais superficiais da pele. O resultado é uma pele renovada.

Diferença entre a microdermoabrasão e a dermoabrasão

Embora os nomes sejam muito parecidos, o sentido em cada um deles é bem diferente. A dermoabrasão é um tratamento cirúrgico realizado por um dermatologista e é mais demorado que a microdermoabrasão. O profissional utiliza um instrumento específico para lixar a camada externa da pele.

Entenda o que é peeling de cristal

Peeling de cristal consiste em uma esfoliação indolor, muito segura à pele e que não faz uso de produtos químicos. Destaca-se por não ser um tratamento demorado (cada sessão dura até 30 minutos, dependendo da área a ser tratada) nem invasivo, sendo uma alternativa eficiente aos métodos químicos. Ressalta-se, ainda, que o peeling de cristal pode ser efetuado em qualquer fototipo.

Esse fragmento da área de estética é recente, existe há 15 anos, aproximadamente, e já apresentou inúmeros resultados satisfatórios, garantindo segurança e conforto ao paciente.

Seu funcionamento ocorre por meio de microcristais que são depositados na pele, esfoliando sua camada mais superficial. Com isso, elimina-se as células mortas e as impurezas presentes, sendo substituídas por uma camada nova e saudável.

Efeitos da terapia com peeling de cristal

Quanto mais profunda ocorre uma esfoliação, maior é o tempo de recuperação da pele, pois ela sofre árdua agressão e fica mais sensível.

Em alguns casos, é sugerível que o paciente faça repouso em um dia, para impedir novas e externas agressões, como exposição solar, por exemplo.

Peeling de diamante

peeling de diamante é outro segmento da microdermoabrasão e assim como o peeling de cristal, ele também realiza uma esfoliação profunda na epiderme, removendo as melanoses.

Uma de suas vantagens é que ele também pode ser aplicado em qualquer tonalidade de pele, incluindo a bronzeada. Nesse caso, como ocorre uma renovação da pele superficial, a pele bronzeada é removida junto. O peeling de diamante pode ser realizado em qualquer região corporal.

Entenda como o Dermotonus Esthetic, com sua microdermoabrasão, também pode auxiliar no tratamento de manchas

Dermotonus Esthetic é um dos nossos recursos eletromédicos, considerado muito completo para tratamentos faciais e corporais. Uma peça-chave para muitas clínicas de estética. Ele possibilita aplicações com as técnicas de massagem mecânica (vacuoterapia e endermoterapia) e duas modalidades de microdermoabrasão (peeling de diamante e peeling de cristal), sendo a microdermoabrasão fundamental, nesse equipamento, para atenuar as manchas de pele.

O equipamento oferece uma pressão de sucção de 0 a -550mmHg (pressão negativa) e modo de operação contínuo ou pulsado, com repetição de 10 a 50 pulsos por minuto.

Benefícios proporcionados pelo Dermotonus Esthetic

Assim como o Lyra, o Dermotonus Esthetic também é indicado para homens. Além disso, ele não afeta a melanina, portanto, pode ser aplicado em pele negra, e não há limite de faixa etária do paciente: indivíduos da terceira e quarta idade também podem receber o tratamento de microdermoabrasão.

Agora que você já expandiu os seus conhecimentos sobre os tratamentos estéticos e os melhores equipamentos eletromédicos para tratar manchas de pele, que tal incluir o Lyra e/ou o Dermotonus Esthetic em sua clínica? Procure a revenda autorizadamais próxima de você.

Fonte: http://www.ibramed.com.br/public/blog
Posts Recentes

Deixe seu comentário